Ela

Jamais teria a conhecido direito se não fosse pelo seu namorado. Devo reconhecer que ele me ajudou a enxergar beleza dela que mesmo com óculos ficava translúcido ver.
E agora? O casal rompeu a relação e foram cada um para suas, respectivas, vidas. Foi bom para o rapaz que já estava exausto com o final da relação e ruim para moça que sofre até agora a base de choros que retiram sua maquiagem no rosto.
Percebido a situação, eu, tratei de ajudá-la, mas não pude mais além do que falar o “basicão” quando uma pessoa está angustiada. Abracei-a, mas não consegui passar o calor que sentia por ela, foi um mero abraço de amigo.
Até porque ela ainda gosta dele e enquanto isso não acabar vai ser sempre assim para qualquer pessoa que a toque.
Ah... Como eu queria fazê-la rir novamente, todavia não quero prometer nada para ela, não quero que ela tenha o desgosto de uma nova ilusão.
Tendo em vista isso, o meu romance termina por aqui, isto é, nas páginas desse blog. Estou chateado? Sim, estou. No entanto, ela é tão especial para mim que se eu não posso realizá-la completamente, então que não tente se aproximar. Pelo lado bom das coisas, ela, indiretamente, fez reacender uma luz no meu interior para que eu continue a minha jornada sem desviar das minhas metas e sonhos.
Para terminar, desejo que eles reatam o namorico e voltam a ser como sempre foi porque há certas coisas que não podemos mudar.

------------------------------------------------------------------

Meu destino é ficar só. Para fingir diante de uma sociedade rigorosa devo “arrumar” uma ou duas mulheres depois, no decorrer do tempo, para mostrar a minha normalidade.
Eu chamo esse ato de viver de máscaras que é muito comum na sociedade.

-------------------------------------------------------------------

Escutem: Radiohead – creep


Bye-bye

Force Jogos

Comentários