2009

Eu não sei como vocês lidam com o tédio. Algumas pessoas possuem extrema confiança que chegam achar que se "eu" estou com tédio, então os outros devem estar passando o mesmo. Outras pessoas, mais sadias, vão procurar algo para se ocupar. Além de tantos outros casos, há também o meu caso, ou seja, são nesses momentos que minha cabeça fica a mil e eu volto tudo que já aconteceu comigo. Em todas às vezes até hoje eu nunca encontrei resposta para minha aflição.

2008 já era e agora estamos em 1/1/09. Vejo que é hora oportuna de eu tentar parar com esse pensamento que sempre me leva a sofrer.
Foi, então, conversando com uma das pessoas que hoje eu considero uma das mais equilibradas que eu percebi o que se passa por mim também passa por ela. Não estou dizendo que faço parte do grupo dito aqui em cima dos prepotentes não.

O interessante é que mesmo passando pelas mesmas dúvidas, ela sempre sai menos destruída após um conflito mental. Por quê? Acho que é o fato dela aceitar suas limitações e não fazer da sua vida um objeto público.

Era isso que eu tinha para falar. Sei que não foi nada demais, porque eu não me dei ao trabalho de aperfeiçoar esse texto.
Para terminar, quero desejar para mim um ano cheio de vitórias pela frente. E são com a alegria das minhas vitórias que espero poder ajudar os outros.


2009 quem sabe eu não encontre uma alma gêmea.

Fiquem com Deus.

Force Jogos

2 comentários

Turtleboy em 2 de janeiro de 2009 16:33

"Para terminar, quero desejar para mim um ano cheio de vitórias pela frente."
gostei dessa frase ^^

arthur r. melo em 14 de janeiro de 2009 01:36

Quem sabe eu também não encontre? =)

Eu sempre saio acabado desses conflitos mentais, as minhas limitações são tantas, ou parecem ser tantas, não sei, que me sinto fraco e pequeno. Todas as vezes... Preciso trabalhar mais nisso =p

E então, Genin, como foi esse final de 2008? Cara, saudades de conversar com você... Um dos poucos amigos que fiz ano passado haha..

Bom te ver de volta! Abraços