Ao Genin

Ilustríssimo amigo Genin,
Desculpe o atraso na resposta e a grande formalidade nesta carta porém todos esses anos fizeram de mim um intelectual compulsivo, preso a regras gramaticais que não conheço todavia aplico.
Primeiramente venho corrigir erros que foram ditos na sua carta. O primeiro erro foi o nome do meu filho, NUNCA o nome dele foi Arthur (nada contra esse nome porém apenas o utilizaria se meu filho tivesse sua cabeça na forma de uma melancia), o verdadeiro nome eh Lucio Masullo, em homenagem ao homem que me fez e foi meu símbolo durante minha vida. Aliás, a idade também foi equivocada, ele tem 12 anos agora.
Segundo, não sou mais casado, agora sou viúvo. Mais detalhes veja o jornal policial, na parte de homicídios.
Terceiro, o Trevas Futebol Clube acabou de ser campeão estadual, sendo com este título tricampeão. Nosso craque é o filho mais velho de Pedro Develly, lembra-se dele? Pois é, ele teve um filho com 22 anos e este agora esta com 21 anos e é quem sustenta a casa com o salário de jogador.
Por último, venho lembrar-te daquela dívida sua para com a minha pessoa que, com juros e correção, deve chegar a alguns 100 mil euros, aproximadamente 15 reais.
Desculpe, novamente, agora pela pressa que escrevo esta carta, o tempo é curto para descrever tudo que você perdeu nesse tempo em que ficou distante do Brasil.
Despeço-me desejando que volte logo para eu humilhar-te no Winning Eleven como nos velhos tempos.

Abraço e saudações do amigo de sempre

Turtleboy

25/09/2033

Force Jogos

1 comentário

Smokey Mcpot em 8 de fevereiro de 2008 00:43

Ah Turtleboy, lembra de mim?
Já faz muitos anos que você não me escreve nem me liga...desde que passou na UFF ficou todo bobo e nunca mais me deu bola...
Como vai você?
Eu ficaria realmente lisonjeado se Vossa Ilustríssima Senhoria me dissesse como anda a sua vida...
Abraços para você e para o Genin [admiro muito seu trabalho aí na Antártica. Você poderia me mandar um pingüim de presente?]

OBS: Estive com Arthur esses dias, digo, um dia há anos atrás.
A cabeça dele continua grande.